Miguel Cymbron realça a importância do mar

Os eventos relacionados com o mar são “um importante contributo para o crescimento do sector do turismo em múltiplas vertentes”, disse o director regional do Turismo.


O Governo dos Açores está apostado na captação de eventos relacionados com o Mar por considerar que estes podem constituir “um importante contributo para o crescimento do sector do turismo em múltiplas vertentes, “desde a projecção nacional e internacional do nome dos Açores, até à importante captação de fluxos turísticos e com grande potencial nas épocas em que a procura é menor”, defendeu, este domingo, o director regional do Turismo.
Miguel Cymbron falava na apresentação do Azores Islands Pro, uma prova inserida no circuito mundial de surf de qualificação – onde são apurados os 32 finalistas do mundial desta especialidade – salientou que esta é uma competição “seguida em todo o mundo, para o que muito contribui a sua transmissão pela internet e a atenção das publicações da especialidade”.
Durante este mês de Setembro e durante o próximo mês de Outubro “o Governo vai apoiar financeiramente, num montante superior a 400 mil euros, a realizaçao de diversos eventos, como é o caso deste, ou o de uma prova para o campeonato nacional de motonáutica que decorreu este fim de semana na Praia da Vitória, a bienal de turismo sub-aquático da Graciosa ou a Conferência do Mar, no Pico”.
“A sua realização no final de Setembro, nuns casos, é importante como oportunidade de promoção para a época baixa, e em diversas ilhas, já nos meses de menor procura, como uma forma de captação de fluxos turísticos importantes, especialmente nas ilhas de menor dimensão”.
Para o governante, “além deste aspecto mais estratégico, os eventos relacionados com o Mar mostram os Açores exactamente como queremos ser vistos: um destino de grande qualidade ambiental, com uma grande diversidade de actividades na Natureza e em especial de actividades marítimas”.
“O Mar já não é sinónimo de constrangimento, mas sim um recurso dos Açores que mais oportunidades pode gerar”, concluiu.

Sem comentários:

Publicar um comentário