Jardim José do Canto




José do Canto, que foi simultaneamente botânico, político, bibliófilo, benemérito e, ainda, defensor acérrimo do desenvolvimento da agricultura em S. Miguel, foi um autêntico criador de beleza e riqueza. Distinguiu-se pela introdução e aclimatação de novas espécies, em S. Miguel, plantando, em 1846, este jardim que ele próprio delineou e que, no seu tempo, foi considerado o mais rico jardim privado, na Europa, em espécies botânicas. Na verdade, o Jardim de José do Canto, é uma das jóias do nosso património botânico local. Este jardim, com outros dois – o de Sant’Ana e o de António Borges – foram sempre considerados os mais ricos e belos de Ponta Delgada, cuja maior atracção turística, no século XIX, eram, precisamente, os seus jardins.

Para mais informações, pode aceder aqui.

Fonte: Guia Turístico de São Miguel



Sara Luís

Sem comentários:

Publicar um comentário