Açores Ladies Open: Top-14 pontua para o ranking olímpico










As 14 primeiras classificadas do 5º Açores Ladies Open irão pontuar para o ranking olímpico da Federação Internacional de Golfe e candidatar-se a um lugar entre as 60 que irão competir no Rio de Janeiro em 2016, neste simbólico regresso do golfe aos Jogos Olímpicos, após uma ausência de mais de 100 anos.



«Todos os torneios do Ladies European Tour Access Series (LETAS) atribuem pontos para o ranking olímpico feminino às 14 primeiras classificadas. Claro que não dão tantos pontos como os do Ladies European Tour (LET) ou os do LPGA Tour, mas é a melhor forma das jovens profissionais ou das amadoras conseguirem pontos para o ranking olímpico e tentarem a sua qualificação para os Jogos Olímpicos», disse hoje (quarta-feira) Diana Barnard, a diretora-executiva do LETAS, a segunda divisão europeia do golfe feminino.



A dirigente britânica, que é também a diretora de torneio do Açores Ladies Open desde a sua primeira edição, estava a explicar esta questão ao Gabinete de Imprensa da Stream Plan e a Joana de Sá Pereira, a portuguesa nascida na Suíça, que vive em França e que está a competir pela primeira vez em Portugal desde que passou a profissional em março.



«Gostaria de saber como se processa essa qualificação para os Jogos Olímpicos. Seria uma honra poder representar Portugal», disse a portuguesa de 25 anos, que, embora só tenha vivido durante três em Portugal, nunca teve outra nacionalidade que não a de seus pais, ambos do distrito de Bragança.



«Não é totalmente impossível uma jogadora qualificar-se para os Jogos Olímpicos através do LETAS – acrescentou Diana Barnard – e temos duas jogadoras deste circuito que estão no top-500 do ranking mundial e que se situam provisoriamente no top-60 do ranking olímpico. Claro que têm de vir de países com poucas jogadoras».



Uma delas é Fabienne-in-Albon, exatamente a suíça que venceu o Açores Ladies Open na última vez que o mais importante torneio feminino português de golfe visitou o Clube de Golfe da Ilha Terceira (CGIT), em 2013. A helvética é a atual 294ª classificada no ranking mundial feminino e no ranking olímpico surge na 51ª posição.




http://www.record.xl.pt/modalidades/golfe/detalhe/acores-ladies-open-top-14-pontua-para-o-ranking-olimpico-978022.html



Carolina Simas

Sem comentários:

Publicar um comentário