Exposição Mestre João Silveira Tavares – o bote baleeiro açoriano: uma viagem e um olhar no Museu do Pico




Está patente ao público no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, a exposição Mestre João Silveira Tavares – o bote baleeiro açoriano: uma viagem e um olhar.
Esta exposição, inaugurada pelo Museu do Pico em 2014 no Museu dos Baleeiros, esteve em itinerância no decorrer do ano de 2015, na ilha do Faial, na Casa Manuel de Arriaga.
A exposição inscreve-se no processo vital de reabilitação e divulgação do património baleeiro regional. Na ilha do Pico, de forma muito expressiva e, porventura, única, este património adquire, para além da sua natureza material, uma dimensão profundamente intangível. Aqui, se condensam os velhos saberes tradicionais associados à cultura material e imaterial da baleação: as técnicas de construção naval, o fabrico de panos (velame) e a produção de palamentas.
A recuperação de uma parte significativa do património baleeiro dos Açores – botes e lanchas de reboque – deve ser considerada como um dos mais emblemáticos projetos de reabilitação patrimonial, verdadeiramente ao serviço da comunidade, realizado nos últimos anos em Portugal. O papel desempenhado por Mestre João Silveira Tavares neste processo merece ser reconhecido e destacado.
Mestre João Tavares é, pela dimensão, abrangência geográfica e qualidade da sua obra, um dos grandes construtores de botes baleeiros dos Açores, e o mais conhecido, estudado, divulgado e mediático (à escala internacional) construtor de botes baleeiros no Arquipélago. O seu nome aparece, frequentemente, associado a livros, filmes, documentários, artigos de jornais e revistas, publicações especializadas e museus, facto que o legitima como uma referência histórica incontornável desta arte e desta tradição na Região.
A exposição poderá ser visitada no horário regular de funcionamento do Museu, até dia 31 de Março.
Fonte: http://www.culturacores.azores.gov.pt
Ana Cabrita



Sem comentários:

Publicar um comentário