Há mais vinho certificado nos Açores

"Em 2004 apenas duas marcas comerciais de vinho eram certificadas, o Lajido, da ilha do Pico, e Pedras Brancas, da ilha Graciosa, e o volume era apenas de 15 mil litros. Neste momento, o número de agentes económicos aumentou muito com o crescimento da área de vinha plantada e temos cerca de 250 mil litros de vinho certificado por ano", declarou Vasco Paulos.
A CVR-Açores foi formada em 1995 e tinha como objetivo "garantir a genuinidade e a qualidade dos vinhos", progredir o seu controlo, como definir o seu processo produtivo e assegurar a sua defesa.
Vasco Paulos avançou que, atualmente, na região, existem 12 agentes económicos que representam individualmente várias marcas, tendo exemplificado com a adega da Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico, que tem quatro vinhos certificados.
O presidente da CVR-Açores está seguro de que o volume de 250 mil litros da produção de vinho certificado venha a elevar face ao processo de reconversão da vinha nos Açores, através dos novos projetos VITIS (Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão de Vinhas).
Segundo o responsável, para ser certificado o vinho tem que completar certas exigências, como uma quantidade mínima de volume e castas autorizadas pela legislação em vigor.
O presidente da CVR-Açores declarou que há ainda uma outra análise, sensorial, assegurada pela câmara de provadores, que posteriormente dá uma pontuação ao produto, sendo que só depois desta etapa o vinho fica apto para ir para o mercado com o selo de certificação.
De acordo com Vasco Paulos, nos Açores existem atualmente 38 marcas de vinho certificado, várias centenas de produtores individuais e três zonas demarcadas: Biscoitos, na ilha Terceira, Graciosa e Pico.
Há ainda a Indicação Geográfica Protegida – Açores, para os vinhos de qualidade brancos e tintos, que satisfaçam as condições de produção fixadas. Em alternativa, os vinhos podem usar a menção Vinho Regional Açores.
 
 






Fonte: http://www.rtp.pt/acores/economia/ha-mais-vinho-certificado-nos-acores_52288
 
Patrícia Machado

Sem comentários:

Publicar um comentário