Entrevista à Artesã Lisandra Silva


Em são Jorge na freguesia da beira, podemos encontra uma jovem Chamada Lisandra Silva, com 24 anos de idade .  Desde cedo que se dedica às artes, tendo adquirido esta paixão pelo facto da sua mãe e avó materna terem dedicado grande parte da sua vida ao artesanato. Por curiosidade, fomos conhecer um pouco dos seu trabalhos. Para esse prepósito, entrevistamos a Artesã Lisandra Silva.


                                               


GM-  Boa tarde lisandra Silva , para iniciar a nossa entrevista gostaria que me contasse um pouco do trajeto.

LS- A primeira arte que aprendi com as linhas foi o ponto de cruz, que com apenas 5 anos de idade lhe tomei o gosto e até aos dias de hoje o faço com muito gosto, arte ensinada pela minha avó.

Aprendi diversos tipo de artesanato, mas foi com a minha mãe que agarrei a vontade de aprender os trabalhos realizados em tear, com cerca de 10 anos fiz a minha primeira peça em retalhos no tear.


  Foi com grande dedicação e empenho que ela me ensinou tudo do mundo dos teares, desde o que tinha de ser feito de inicio, como por exemplo, o cardar e fiar a lã, até ao retirar as peças já concluídas e fazer-lhe todos os arremates necessários.


GM-Aprendeu esta arte  com facilidade?

LS-Pode-se  aprender com grande facilidade pelo facto de possuir na minha residência todo o tipo de utensílios para a realização dos trabalhos de tear, sendo estes da minha mãe.

GM-  Pretende manter esta tradição ?

LS- Sim, este é um trabalho muito antigo, que já poucas pessoas os realizam, e foi com muito gosto que o aprendi para manter a tradição. Pena é que nos dias de hoje as artes já não têm o devido valor, são trabalhos únicos que exigem muita dedicação e tempo dispensados, só com verdadeiro empenho e dedicação se conseguem peças verdadeiramente bonitas.

GM- Pretende ensinar esta arte a outros jovens ?

LS- Sim,espero que com o passar do tempo consiga incentivar os da minha idade e alguns mais novos a dedicar um pouco do seu tempo a esta arte para que ela não mora esquecida no tempo.
Os trabalhos de mão fazem-me sentir viva, e por isso irei continuar com este meu sonho de poder ser artesã e poder ensinar as minhas pequenas artes aos outros.

GM-  Muito obrigado pela sua disponibilidade, desejando de igual modo sucesso nas suas vendas.

LS-Muito obrigado por se ter lembrado de me entrevistar a respeito do meu trabalho  e espero que com esta entrevista haja uma maior divulgação da mesma.


 Fonte:https://www.facebook.com/asartesdaliss/?sk=photos&app_data

Gina Maciel

Sem comentários:

Publicar um comentário