Espadarte - Canca Baleeira Açoriana

"Espadarte" Bote Baleeiro Açoriano 
©MAH


"Espadarte" é o nome de um dos muitos botes baleeiros construídos nos Açores. Um bote baleeiro é uma pequena embarcação a remo e à vela, ou seja, com uma propulsão mista, muito rápida, ligeira e manobrável. Estes, a partir de navios-mãe, idênticos aos baleeiros da Nova Inglaterra, ou a partir de zonas costeiras, que foi muito comum nos Açores até 1986, foram usados muito utilizados na caça à baleia. 

É hoje considerado uma das embarcações mais emblemáticas do mundo. Este foi concebido a partir do modelo norte americano, fruto da capacidade criativa e do génio inventivo dos primeiros grandes construtores navais da Ilha do Pico, segundo muitos especialistas "a mais perfeita embarcação que alguma vez sulcou os mares" . Um bote que traduz-se num misto de elegância, robustez, eficácia e singularidade. 

O primeiro bote baleeiro Açoriano foi construído pelo Mestre Francisco José Machado, conhecido como o "Experiente", nas Lajes do Pico nos finais do Séc. XIX. Visto serem embarcações leves e manobráveis, estes botes eram construídos com madeiras leves e possuíam um perfil afilado de forma a obter um bom desempenho hidrodinâmico. Ao todo eram sentados 6 a 8 remadores e eram governados usando o uso de uma esparrela, controlada pelo mestre de popa. O trancador, conhecido também como aproador, ia à proa, onde envergava um longo arpão de ferro, com barbilha, enfiado num cabo feito numa madeira pesada. 

Muitos botes baleeiros foram restaurados nos últimos anos, nos Açores, e muitos outros foram construídos. São utilizados em actividades desportivas e de lazer, em passeios e em competições à vela.   

2 comentários: