ANGRAJAZZ bilhetes à venda a partir de 1 de Setembro

Os bilhetes para a 13ª edição do Festival Internacional de Jazz de Angra do Heroísmo  -ANGRAJAZZ,  vão estar à venda a partir da próxima quinta-feira, dia 1 de Setembro.
Os bilhetes podem ser adquiridos on-line através do site da Culturangra  www.culturangra.pt ou na bilheteira do Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, de quinta a segunda-feira,  das 19H30 às 21H00.
O ANGRAJAZZ 2011 vai realizar-se nos dias 6, 7 e 8 de Outubro, numa organização da Câmara Municipal e Associação Cultural AngraJazz.
A abertura do festival e como é usual será feita pela orquestra Angra Jazz que apresentar-se-á com o cantor faialense, a viver no Porto, Manuel Linhares. Este ano como a orquestra comemora 10 anos de existência foi preparado um programa especial para a ocasião.
A primeira noite termina com o concerto de um quarteto de guitarras norte-americano e alemão, liderado pelo lendário Larry Coryell.
No segundo dia o festival abre com o Trio de Bill Carrothers, pianista profissional há mais de 25 anos, constando no seu curriculum várias digressões pelos maiores palcos da Europa e EUA.
A fechar a segunda noite, Kurt Elling, considerado o melhor vocalista de jazz do mundo.
A última noite, 8 de Outubro, começa com uma grande formação dirigida pelo pianista português Júlio Resende, um dos grandes pianistas da nova geração.
A encerrar a 13ª edição do AngraJazz 2011, Dave Douglas Brass Ecstasy. Um dos melhores trompetistas do mundo. Trompetista e compositor norte-americano, Dave Douglas é um dos mais produtivos e premiados músicos dos últimos 15 anos. Apresenta-se em Angra com a sua formação mais recente, um conjunto de 4 metais e bateria.
O ANGRAJAZZ pela qualidade que assegurou ao longo destes 13 anos é hoje um acontecimento indispensável não só do calendário cultural açoriano mas também do calendário jazzístico nacional.
Mais informação em www.angrajazz.com

Festival de Bululus, de espetáculos a solo, começa hoje nos Açores



O I Festival de Bululus - Festival Transdisciplinar de Espectáculos a Solo, que decorre de hoje a sábado em Ponta Delgada, nos Açores, vai apresentar 12 espetáculos de teatro, música, performance, instalação, dança e multimédia.O festival, uma iniciativa da Associação Cultural Despe-Te-Que-Suas, vai decorrer na Galeria Arco 8 com um programa que inclui em cada noite três espetáculos a solo de diferentes artistas e disciplinas.

No primeiro dia serão apresentados os 'bululus' de Maria João Gouveia (dança), Nelson Cabral (teatro) e Teresa Gentil (música), enquanto no segundo dia André Laranjinha (multimédia) estreia uma curta-metragem, seguindo-se Maninho (música) e o ator Miguel Mendes (teatro).

Na sexta-feira apresentam-se Maria Simões (performance), Mário Roberto (multimédia) e Luís Carvalho (teatro).O último dia do Festival de Bululus prevê a apresentação de Frederico Amaral (multimédia) e Zeca Medeiros (teatro/música), encerrando o evento com um concerto do músico JP Simões.

Durante os quatro dias do festival estará ainda patente uma instalação da autoria de Maria Simões.

OMT lança ferramenta para medir a pegada ecológica dos hotéis

Depois de três anos de testes e pesquisas, a Organização Mundial de Turismo (OMT) lançou uma ferramenta online para ajudar os hotéis a avaliar e reduzir os seus consumos energéticos.
Denominada Hotel Energy Solutions (HES), esta ferramenta é capaz de fornecer um relatório aos hoteleiros, dando conta da utilização que é feita da energia. Simultaneamente, recomenda a aplicação de determinadas tecnologias de eficiência energética e acções, com vista à redução dos consumos energéticos. Através de um cálculo de retorno do investimento, avalia, ainda, as poupanças que é possível fazer a partir das apostas nas soluções ‘verdes’ recomendadas.

A ferramenta foi testada em mais de 100 unidades hoteleiras europeias em destinos como França, Espanha, Alemanha e Bulgária.
O projecto HES tem como objectivo aumentar em 20% a eficiência energética nos pequenos e médios hotéis europeus, bem como a utilização de energias renováveis em 10%.

Sem dúvida, uma excelente medida da OMT, para a melhor protecção dos nossos recursos.

Fonte:http://www.publituris.pt/2011/08/30/omt-lanca-ferramenta-para-medir-a-pegada-ecologica-dos-hoteis/

Caldeira de Santo Cristo já tem Centro de Interpretação Ambiental

Um filme sobre a evacuação pela Força Aérea dos sinistrados do sismo de 1 de janeiro de 1980 sobressai entre o que se pode ver no Centro de Interpretação da Caldeira de Santa Cristo, em S. Jorge, inaugurado Quinta-feira pelo Presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César.

O documentário de vinte minutos, da autoria de Paulo Henrique Silva e com imagens da própria Força Aérea, mostra a chegada dos helicópteros Puma e a retirada das pessoas depois do violento terramoto que matou pessoas em S. Jorge.O centro de interpretação exibe ainda outro filme sobre a fauna e a flora da Caldeira de Santo Cristo e da Fajã dos Cubres, zonas ambientais classificadas e inclui vários paineis.Instalado numa casa rural recuperada, o centro deverá funcionar entre Abril e Setembro, dando aos visitantes uma perspetiva do mundo das fajãs da ilha de S. Jorge.

Um gerador fornece energia à infraestrutura enquanto não é resolvido o problema do abastecimento de energia elétrica à localidade.Sem estrada de acesso, a Caldeira de Santo Cristo é uma pequena povoação da ilha de S. Jorge, encravada entre o mar e a rocha, onde chegaram a viver mais de noventa pessoas.

O sismo de 1980 acelerou a desertificação desta fajã - aonde se chega por dois trilhos; onde descendo a serra do Topo e outro a partir da Fajã dos Cubres - numa caminhada de mais de uma hora perante uma paisagem deslumbrante.

Atualmente, são poucos os que persistem em viver na Caldeira, apesar de o local - com uma lagoa onde se multiplicam ameijoas - ser muito procurado por jovens urbanos à procura da natureza, por praticantes de surf e turistas.


Angra Rock 2011


Nos próximos dias 2 e 3 de Setembro realiza-se na ilha Terceira mais uma edição do festival Angra Rock, no recinto do Bailão.
Poderá adquirir as suas pulseiras gerais junto dos Quiosques de Turismo ART de Angra do Heroismo ou da Praia da Vitória e as diárias no próprio dia no recinto do espectáculo.

Horário dos quiosques:
De Segunda a Domingo
Das 9h00 às 12h00 e das 13h30 às 18h30

Preço das pulseiras:
Gerais- 10€
Diárias - 7.50€

Iniciativas de turismo no Arquipélago

 

As inscrições terminam esta terça-feira, 30 de Agosto, e podem ser feitas do Observatório do Turismo dos Açores.

No mês de Setembro, mais propriamente de três a dez desse mês, a Comissão Nacional do Centenário do Turismo em Portugal vai realizar a primeira “Escola de Verão” nas ilhas do Pico, Terceira e S. Miguel, num ambiente natural de laboratório.
As inscrições terminam esta terça-feira, 30 de Agosto, e podem ser feitas do Observatório do Turismo dos Açores.

Programa “VisitAzores” com voo incluído’ pode ter segunda edição

O novo presidente da Câmara do Comércio e Indústria dos Açores (CCIA), Ângelo Duarte, defendeu o relançamento do programa, que inclui viagem e estadia, na época baixa.
Em declarações à Lusa, Ângelo Duarte, afirmou a possibilidade de relançar a ideia este ano. Para o efeito, estão a ser sondadas empresas açorianas que participaram na iniciativa, no ano passado, para avaliar a adesão para este ano.
Esta campanha promocional do destino Açores, lançada pela primeira vez no ano passado, oferecia o preço da viagem aérea a quem visitasse os Açores durante alguns dias, mas o resultado da operação acabou por ficar abaixo das expectativas.
A iniciativa não gerou o número de visitantes que os promotores pretendiam e, na sequência da polémica em torno deste programa, alguns operadores nacionais que não estavam envolvidos recusaram vender o destino Açores por esta forma.
O novo presidente da CCIA, cuja liderança é rotativa entre as câmaras do comércio de Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Horta, considerou que o VizitAzores com voo incluído’ é “mais uma forma de se falar da região e de promover os produtos açorianos”.
Por outro lado, Ângelo Duarte, que é também presidente da Câmara do Comércio e Indústria da Horta, frisou a importância de potenciar o turismo nos Açores na época baixa.
Apesar de não dispor de dados estatísticos recentes, o presidente da CCIA salientou a recuperação positiva em Agosto, com a chegada de mais turistas à Região. Nesse sentido, o novo presidente destacou a oferta das companhias aéreas TAP e SATA, que realizaram vários voos nas últimas semanas para quem quisesse viajar para o arquipélago.
Relativamente ao comércio tradicional, e perante as sérias dificuldades pelas quais estão a passar vários empresários, devido à crise financeira nacional, Ângelo Duarte adiantou que estão a ser pensadas novas campanhas promocionais a partir de Setembro, bem como está em curso uma proposta ao Governo Regional para apoio às acções de promoção do comércio tradicional e de ajuda aos empresários regionais.

Farol da Serreta

Foi iniciado em 1907 pelo engenheiro Jules Dourot e pelos mestres Augusto Alves, pedreiro, e Jacinto Ferreira, carpinteiro. Foi inaugurado em 4 de Novembro de 1908, segundo estudo do engenheiro hidrógrafo Júlio Zeferino Schultz Xavier, capitão-de-fragata. Teve à data da sua inauguração um chefe e dois faroleiros.
A estrada de acesso ao farol, que sai da estrada nacional, apenas foi aberta sessenta anos mais tarde, por diligência do governador civil, Dr. Teotónio Machado Pires.
A 1 de janeiro de 1980, aquando do forte sismo que assolou os Açores, o primitivo farol foi parcialmente destruído. Em finais de 1983 foi deslocado para os Açores a antiga torre metálica do extinto farol de Cacilhas que havia sido desactivada em 18 de maio de 1978 devido à construção do novo Terminal de Passageiros de Cacilhas e à sua pouca utilidade como ajuda à navegação. Esteve em funcionamento desde o ano de 1986 até junho de 2004.


Fonte: www.wikipedia.org

Sessões de cinema na Ilha Graciosa



As noites de cinema no Centro Cultural da Ilha Graciosa vão voltar às sextas feiras, já no inicio de Setembro, com o filme "X-Men: O Início".
As sessões foram interrompidas no passado mês de Junho devido a uma avaria no equipamento de projecção, que já foi reparado.



Fonte: http://ww1.rtp.pt/icmblogs/rtp/graciosa/?k=Cinema-em-setembro.rtp&post=35083




Apelia - uma das bonitas pinturas da Marina da Horta


Fonte:http://a-little-bit-about-my-live.blogspot.com/search/label/Apelia

Internet divulga Ambiente


A beleza ambiental dos Açores é - e sempre foi - o postal preferido de milhares de cidadãos que se vêem, de alguma forma, ligados às ilhas. Agora, estas imagens e informações estão disponíveis num site (http://siaram.azores.gov.pt/), criado pelo Governo Regional, o qual inclui uma grande panóplia de dados e imagens sobre o Arquipélago, desde a sua situação geográfica, passando pelo património ambiental e cultural, entre muitas outras considerações.

Quer sejam naturais da Região ou turistas curiosos, as paisagens açorianas são, muito frequentemente, o motivo pelo qual açorianos na diáspora retornam a casa e inúmeros turistas regressam repetidas vezes ao Arquipélago em férias. As cores vibrantes encontram nos Açores uma harmonia que rivaliza com alguns dos locais tidos como os mais paradisíacos no mundo: o azul do céu e o verde da natureza encontram-se numa linha do horizonte que ainda não foi corrompida pela acção humana. O respeito pela natureza e pelas múltiplas espécies que aqui encontram casa, bem como o objectivo em se manter vivo e cuidado o património paisagístico da Região são pontos presentes e predominantes na agenda política e social.

O site SIARAM (http://siaram.azores.gov.pt/) - Sentir e Interpretar o Ambiente dos Açores é uma iniciativa do Governo Regional, através da Secretaria do Ambiente e do Mar.

Recentemente, o já existente sitio da internet foi reformulado e dotado de novas e mais avançadas ferramentas. Como o próprio nome indica, este portal de informações proporciona aos seus visitantes uma experiência quase física do ambiente dos Açores. As imagens disponíveis têm uma qualidade excepcional e deixam a nu toda a beleza açoriana.
Estão disponíveis aos interessados conteúdos multimédia, vídeos, áudio, e fotografias, que, segundo o anúncio na página inicial do site, "podem ser livremente usados para fins educativos e não comerciais". E como a consciencialização acerca do nosso ambiente e do legado paisagístico começa pelos mais pequenos, o site sublinha que o principal alvo é a comunidade escolar, embora sejam todos bem-vindos à experiência de descoberta que o SIARAM proporciona.
Ao entrar no site, o visitante é presenteado com uma variedade de tópicos que poderá explorar a seu belo prazer. As informações são sempre acompanhadas por imagens que fazem qualquer açoriano querer conhecer melhor a ilha onde nasceu. E as opções são muitas, a começar pela "situação geográfica", onde cada ilha é caracterizada ao pormenor, na matéria da sua posição e história.
Após estes esclarecimentos fundamentais para a compreensão dos Açores, seguem-se informações diversas acerca da fauna e flora da Região, acompanhadas por testemunhos de profissionais na área que disponibilizam o seu saber a esta plataforma. Segue-se a "vegetação" onde se encontram as florestas naturais e zonas húmidas.
As "zonas costeiras", "paisagem", "vulcanismo" e "cavidades vulcânicas" são os tópicos mais impressionantes pelo lado visual com que "atacam"os sentidos dos visitantes. Nestas categorias, as mais belas potencialidades são reveladas em toda a sua glória.
De Santa Maria ao Corvo, todas as ilhas são representadas e através da tecnologia, o visitante pode sentir um pouco do "efeito Açores".
O experienciar a natureza em estado puro e o assistir aos seus caprichos são os motivos pelos quais o portal SIARAM é uma ferramenta fundamental na promoção e divulgação dos Açores no mundo.
O site é desprovido de dificuldades de acesso, as informações são claras e concisas e vão de encontro ao que qualquer cidadão anseia saber sobre tudo aquilo que faz dos Açores um dos arquipélagos mais desejáveis do planeta.

Ambiente e Cultura: o nosso património
Com vista a alargar os conteúdos do site, foi feita uma parceria com o Instituto Açoriano de Cultura e com o Instituto Cultural de Ponta Delgada.
Pode agora encontrar-se informações preciosas acerca de diversas personalidades e estudiosos cujo trabalho e obra contribuíram para o conhecimento da Fauna e Flora dos Açores. Francisco de Arruda Furtado é o nome mais sonante, mas são também José Agostinho, Luís da Rocha Monteiro e Dalberto Pombo merecem uma posição de destaque na categoria "naturalistas dos Açores".

Foto: siaram.azores.gov.pt

Workshop - Iniciação à Fotografia

Estão abertas inscrições, até dia 30 de setembro, para o workshop de “Iniciação à Fotografia” a ter lugar no Centro Multimédia de São Roque do Pico de 5 a 8 de outubro.
Este workshop de fotografia digital, promovido pela Câmara Municipal de São Roque do Pico, terá a duração de 16 horas, repartidas em quatro dias, na primeira semana do mês de outubro. Destina-se a principiantes, maiores de 16 anos, e a todos aqueles que desejem adquirir ou cimentar as noções básicas da prática fotográfica criativa.
Realizar-se-á na Sala de Formação do Centro Multimédia de São Roque do Pico, mediante o envio dos dados pessoais (nome, idade e morada) através da inscrição a enviar, até ao dia 30 de setembro, para municipalsrp@gmail.com.  Tem um custo simbólico de 20 euros e, terminará com uma sugestão de exposição de trabalhos fotográficos na Sala Tanque (antigo depósito de óleo da baleia) no Centro Multimédia, marcada de 7 de outubro a 2 de dezembro.
 Fonte: http://www.municipiosrp.pt/Default.aspx?Module=Noticia&ID=942

Walk & Talk Azores - Antigo barco de pesca pintado

Walk&Talk, o primeiro festival de arte urbana dos Açores, que propõe a reflexão sobre a dicotomia do espaço público, desafiando os artistas e a população local a contribuírem para a transformação da capital insular num museu ao ar livre, global e onde todos participam e comunicam.
António Correia foi uns dos vários artistas que "invadiu" as ruas da cidade de Ponta Delgada de 30 de Julho a 14 de Agosto e que contribuiu para o sucesso de Walk  Talk Azores. Tendo por base as suas raízes açorianas e a estreita ligação que os Açores tem com o mar, escolheu pintar um antigo barco de pesca dos anos 40 que se encontrava abandonado, como que definhando de dia para dia com o passar do tempo.

Como é apanágio dos homens do mar, a mulher foi o mote inicial de inspiração à pintura que dando asas à imaginação se tornou num confuso polvo que com seus raios e tentáculos se apoderou do barco, reflexo, por ventura, da sociedade em que viemos.

António Correia, não se limitou a transformar um barco, mas sim a dotá-lo de uma alma açoriana onde os pormenores não foram esquecidos, tendo pintado com a técnica tradicional do pincel, utilizando o preto como simbologia das ilhas dos Açores, da lava, das pedras basalticas, porque na verdade..."nas veias corre-nos basalto negro".



Fonte: António Correia




Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=qt-T6Zbry98&feature=share

Birdwatching em destaque em feira internacional


A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) esteve presente na maior feira de birdwatching a nível europeu que decorreu em Rutland, Inglaterra, de 19 a 21 de Agosto. Esta feira que recebe anualmente mais de 22.000 visitantes é um dos maiores pontos de encontro dos amantes da observação de aves no Reino Unido, um dos países onde esta actividade atinge maior expressão.
A presença da SPEA decorre da parceria com a Direcção Regional de Turismo dos Açores e a Associação de Turismo do Algarve, apresentando desta forma duas das melhores regiões portuguesas para a observação de aves.
No que diz respeito aos Açores, destaca-se o Priolo, ave que só existe numa área restrita da Serra Tronqueira, em S. Miguel, as aves americanas que aparecem no Grupo Ocidental (Flores e Corvo) durante o período de migração no Outono, e as aves marinhas, que aparecem no arquipélago no verão.
Mas também aparecem muitos turistas interessados na observação de vida selvagem e natureza em geral. As áreas que despertam maior interesse, para além da observação de aves, são a observação de cetáceos e os fenómenos vulcânicos do arquipélago, assim como a observação das acções de conservação da natureza desenvolvidas no território. É neste sentido, que os Açores apresentam uma posição privilegiada em relação a outros destinos turísticos.
Das mais de 700 pessoas que visitaram o stand da SPEA, mais de 300 mostraram-se interessadas no destino Açores manifestando a vontade de visitá-lo nos próximos anos.
Nesta feira foi também divulgado o Guia das Terras do Priolo, criado no âmbito da Carta Europeia de Turismo Sustentável e foram contactados mais de 15 operadores turisticos especializados em vida selvagem.

Chamarrita do Meio - Faial



Fonte: www.youtube.com

Aeroportos de Portugal: Tráfego de passageiros cresceu 6,3% em Julho


Já no primeiro semestre a ANA regista um crescimento de 10%, com os passageiros nos aeroportos a ascenderam a 15,64 milhões.
O tráfego de passageiros nos aeroportos ANA registou em Julho um crescimento de 6,3 por cento face ao período homólogo de 2010, um valor que leva a empresa a indicar que foi o melhor dos últimos 11 anos.
Segundo a empresa, o mês de Julho de 2011 foi o melhor mês de Julho desde 2000 em termos de passageiros processados no conjunto dos aeroportos ANA (3.154.763 passageiros).
No Aeroporto de Lisboa foram processados 1.566.983 passageiros, no Aeroporto de Faro 798.390, no Aeroporto Francisco Sá Carneiro (Porto) 626.249 e no Aeroporto João Paulo II (Ponta Delgada) 163.017. Esta tendência de crescimento, segundo a empresa, é generalizada nos Aeroportos geridos pela ANA apesar de mais acentuada no Aeroporto Francisco Sá Carneiro com um crescimento de 14,4 por cento.
No Continente, nos aeroportos de Lisboa e Faro o aumento no processamento de passageiros foi de 5,1 por cento e de 3 por cento, respectivamente. Já relativamente aos quatro aeroportos açorianos geridos pela ANA o crescimento foi de 5 por cento.
Em termos de mercados a ANA destaca o crescimento do Reino Unido, Espanha e França enquanto no que se refere a companhias aéreas o destaque considerado positivo vai para a Ryanair e TAP Portugal.
A TAP Portugal com 35,1 por cento, a Ryanair com 13,3 por cento e a easyJet 12,1 por cento representam 60,5 por cento do tráfego dos Aeroportos ANA.
Em termos acumulados de Janeiro a Julho em comparação com o período homólogo de 2010, o tráfego comercial de passageiros apresenta um crescimento de 10,1 por cento, com destaque para o segmento tradicional. Já no que diz respeito aos proveitos, o Grupo ANA terminou os primeiros seis meses com um lucro de 28,9 milhões de euros, uma variação positiva de 9,6% face ao mesmo semestre de 2010.




XVII Festival de Parapente dos Açores iniciou-se ontem em São Miguel


O XVII Festival de Parapente dos Açores, que se iniciou ontem, reúne cerca de uma centena de participantes de uma dezena de nacionalidades.
 Os participantes são oriundos de países como os EUA, Brasil, Espanha, França, Alemanha e, pela primeira vez, da Eslovénia.
A organização espera poder voar nas zonas das lagoas das Furnas, do Fogo e das Sete Cidades, mas também na Serra Gorda, na Mata dos Valados ou em Vila Franca do Campo.

Fonte:



GNR no Festival Angra Rock

Os GNR são os cabeça de cartaz do XI Festival AngraRock, que decorre a 2 e 3 de Setembro em Angra do Heroísmo, nos Açores, onde também actuam as bandas Noidz e BodyRox.
Uma das componentes mais importantes do festival é a atuação das três bandas regionais que venceram o Concurso AngraRock, realizado em Junho.
O programa prevê, para o primeiro dia, NomDella (Terceira), Crossfaith (S. Miguel), Punkada (Faial), subindo depois ao palco os Noidz (Portugal Continental) e os BodyRox (Inglaterra).
No segundo dia é a vez de actuarem os Eyes For The Blind (Terceira), CAIM (Madeira) e Poeta Urbano & Silverstar (Terceira), seguindo-se o concerto dos GNR, que apresentarão o espectáculo especial, comemorativo dos 30 anos de carreira.
O Festival AngraRock tem entradas pagas. São 10 euros para a pulseira para os dois dias de espectáculo, sendo esta a primeira vez que o evento tem entrada paga.

Hoteis.com: Portugal é o país europeu com mais férias e feriados

Portugal é o país europeu onde os residentes têm mais dias de férias anuais legais, bem como feriados públicos nacionais (39 dias), de acordo com uma pesquisa do site Hoteis.com. Em contrapartida, os ingleses surgem no último lugar da tabela, com 28 dias.

“Dos 12 países inquiridos, o website de reservas revelou que a média do total de dias de férias e de feriados públicos na Europa é de 34″, pode ler-se, numa nota divulgada.

Uma prova de que é necessário apostar no turismo interno, pois este é de extrema relevância.

Fonte:http://www.publituris.pt/2011/08/23/hotels-com-portugal-e-o-pais-europeu-com-mais-ferias-e-feriados/

FESTA DO VINHO DOS BISCOITOS


Há 20 anos a recriar a tradição em cenário próprio

A Festa da Vinha e do Vinho dos Biscoitos, freguesia do concelho da Praia da Vitória, completa 20 anos de existência anual e consecutiva pela mão do Grupo de Baile da Canção Regional Terceirense em parceria com o Museu do Vinho – Casa Agrícola Brum e a Fundação INATEL.

Trata-se de promoção do vinho local e recriação de costumes tradicionais ‘in loco’ que, entre 2 e 3 de Setembro, compreende vindima, pisa das uvas, bênção e prova do mosto, jantar dos vindimadores e, ainda, um colóquio temático.

É importante que as pessoas conheçam a história, os costumes e a tradição da sua própria terra. A afirmação é de Manuel Brito de Azevedo, responsável pelo Grupo de Baile da Canção Regional Terceirense (GBCRT), sendo a ideia base da Festa da Vinha e do Vinho dos Biscoitos, um evento anual promovido há 20 anos por essa mesma instituição no Museu do Vinho - Casa Agrícola Brum. (…)

À semelhança das edições anteriores, o vigésimo ano tem como programa festivo, intitulado “Vamos Vindimar”, a 3 de Setembro, a saída do Museu do Vinho para a vinha (14h30); carregamento das uvas e regresso ao Museu do Vinho (15h30); pisa das uvas (16h00); e bênção e prova do mosto (16h30).

São momentos vividos em género de quadros representativos dos costumes dos antepassados nos Açores cujos intérpretes fazem parte do GBCRT. Estão trajados a preceito e trabalham, cantam e bailam conforme a época. (…)

O público que costuma fazer-se representar, é da ilha Terceira havendo grande percentagem de americanos residentes na Base Aérea Nº4 nas Lajes.

Sabores do passado
Associada às práticas da vindima está a gastronomia. São pratos e sabores característicos de um povo que, embora simples e, por norma, com carências financeiras, conseguia garantir a sua subsistência alimentar de forma “deliciosa”.

Esta parte da festa, sublinha o presidente do GBCRT, segue igualmente à risca as condições de outrora, sendo o prato, os talheres e o copo substituídos pela tradicional folha de figueira, as mãos e a taladeira (tigela de barro).

À mesa irão estar pratos de veja e cavala seca, chicharros com cebolada, bolinhos de milho, favas escoadas, ovos cozidos, batata cozida com massa malagueta, e fruta da época nomeadamente melancia, uvas e figos.

Um verdadeiro “regresso ao passado”, confeccionado pelos elementos do Grupo promotor, para as cerca de duas centenas de pessoas esperadas no dia 3 de Setembro, a partir das 17h00, no Museu do Vinho – Casa Agrícola Brum, freguesia dos Biscoitos, concelho da Praia da Vitória, parceira do evento em conjunto com a Fundação INATEL.

Para entrar no Jantar dos Vindimadores da XX Festa da Vinha e do Vinho dos Biscoitos, é obrigatório possuir a taladeira cujas peças estarão à venda no local a preço simbólico. 

A seguir ao momento gastronómico, pelas 18h00, estão previstos baile e animação musical a cargo do GBCRT.
No dia anterior, 2 de Setembro, o programa será preenchido pelo Colóquio “A Saúde e o Vinho”, proferido pela médica-nutricionista, às 21h00, seguindo-se um “Biscoito d’honra” com o patrocínio da Casa Agrícola Brum e animação musical.

Casa de Campo do Norte Grande

Única na Ilha classificada como estilo Ramo Grande, pertencia ao Ouvidor da freguesia.
Construída no início do século passado, a Casa de Campo do Norte Grande teve como primeiro proprietário o Ouvidor da freguesia.
Segundo a historia, passada de boca em boca, de geração em geração, a casa era utilizada pelos Habitantes da freguesia como centro de reunião, onde se discutiam os mais diversos assuntos, desde os mais pequenos pormenores afectos à vida da freguesia, até às mais acesas discussões sobre política nacional.
Também, e devido às dimensões da casa que, para a época, eram bastante consideráveis para uma freguesia do interior da Ilha afastada das sedes dos Concelhos, a casa e mais propriamente os seus dois fornos de lenha eram frequentemente utilizados pelos habitantes do Norte Grande.

Localização
Situada na costa norte da Ilha, na freguesia do Norte Grande, a “Casa de Campo do Norte Grande”, não só oferece ao visitante uma agradável e confortável estadia, bem como a possibilidade de conhecer as vivências e costumes de uma freguesia rural onde a agricultura e a agro-pecuária são predominantes.

A freguesia ainda oferece ao visitante uma viagem pelas mais genuínas tradições açorianas, através das diversas festas religiosas e pagãs, algumas das quais singulares na Ilha e nos Açores e onde os visitantes são sempre convidados a participar.
A cerca de 2.5Km está situada a Fajã do Ouvidor, que é por excelência uma das mais belas Fajãs da Ilha e uma óptima zona balnear, que oferece uma qualidade ímpar tanto em banhos de mar aberto como em piscinas naturais esculpidas e rasgadas na negra rocha de basalto.

A casa

Com uma vista maravilhosa, a Norte para o Atlântico, avistando as Ilhas da Terceira e Graciosa e, a Sul, para o Pico da Esperança, o ponto mais alto da Ilha e um dos mais altos dos Açores com 1053 metros.

A Casa de Campo do Norte Grande é composta por:

Dois quartos de cama (1 casal e 1 duplo)
Uma casa de banho completa
Sala de estar
Cozinha
Sala de jogos
Mini adega
Jardim

CTT lançam selos sobre “Actividade Baleeira nos Açores”


Os CTT – Correios de Portugal vão homenagear a arte e a indústria baleeira açoriana, com o lançamento da emissão filatélica “Actividade Baleeira nos Açores”, no dia 24 de Agosto, às 21:30, no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico.
Os selos, com valores faciais de 0,32 euros, 0,68 euros, 0,80 euros e 2 euros, representam imagens alusivas a diferentes momentos da pesca da baleia, com design de Francisco Galamba. A emissão inclui ainda dois blocos com um selo, com os preços de 1,75 e 2,30 euros.
A emissão é apoiada pela Presidência do Governo Regional dos Açores, pela Direcção Regional da Cultura e pelo Museu do Pico.
As obliterações do primeiro dia decorrem no mesmo dia, nas estações dos Correios dos Restauradores, Lisboa, Município, Porto, Zarco, Funchal, e Antero de Quental, em Ponta Delgada.

Semana dos Baleeiros 2011 - Transportes



Fonte: Culturpico

Açores em Festa na Agência Abreu

“Açores em Festa”. É esta a designação para a mais recente campanha de promoções para os Açores promovida pela agência de viagens Abreu que anuncia pacotes de férias a preços económicos para oito ilhas do arquipélago açoriano.
O programa mais barato tem um preço de referência a partir de 375 euros para estadias na ilha de São Miguel. O valor referido inclui quatro noites de alojamento com pequeno-almoço numa unidade hoteleira de 4 estrelas, passagens aéreas de ida e volta, transferes, taxas e seguro de viagem.
Para além da ilha de São Miguel existem ainda pacotes de férias específicos para as ilhas do Faial, Terceira, Pico, Graciosa, São Jorge, Santa Maria e Flores. A Abreu oferece ainda uma ampla oferta de programas temáticos como a observação de cetáceos, “jipe safaris” e percursos pedestres, bem como preços especiais para o aluguer de automóveis.
Para mais informações e reservas consulte uma loja da rede de agências Abreu ou visite a página online disponível em
www.abreu.pt.

Pico recebe concurso de Bandas Filarmonia em Setembro



Sete bandas filarmónicas participam a 3 e 4 de setembro, no Pico, no II Concurso de Bandas organizado pelo programa da Antena 1 Açores Filarmonia.

A iniciativa envolve mais de 350 músicos e decorre na sede da Lira Madalenense das Sete Cidades, na Madalena do Pico.

Das sete bandas a concurso, uma é de S. Miguel, duas do Faial e quatro do Pico.

Já o ano passado,
este programa de Jorge Santos e Marco Torres, que a Antena 1 Açores emite aos domingos de manhã e que é retransmitido por várias estações dos Estados Unidos, como a KIGS, da Califórnia, e a WJFD, de Massachusetts, organizou um concurso de bandas em S. Miguel, do qual resultou esta série de televisão.
Fonte:http://tv2.rtp.pt/acores/index.php?article=22363&visual=3&layout=10&tm=6

Chamateia


No berço que a ilha encerra
Bebo as rimas deste canto,
No mar alto desta terra
Nada a razão do meu pranto.
 Mas no terreiro da vida
O jantar serve de ceia,
E mesmo a dor mais sentida
Dá lugar à Sapateia.

Refrão
Ó meu bem, ó Chamarrita,
Meu alento e vai e vem,
Vou embarcar nesta dança.
Sapateia, ó meu bem!

 Se a Sapateia não der,
Pr’a acalmar minh’alma inquieta,
Estou p’ró que der e vier,
Nas voltas da Chamarrita.
 Chamarrita, Sapateia,
Eu quero é contradizer,
O alento desta bruma
Que às vezes me quer vencer.