Campanha Dia das Bruxas e Pão-por-deus a decorrer nos Quiosques de Turismo ART

Está a decorrer neste momento a Campanha de Dia das Bruxas e Pão-por-deus, em todos os Quiosques de Turismo ART, nos nove concelhos do Grupo Central do Arquipélago.
Para além dos 10% de descontos em diversos artigos (consultar lista AQUI), os Quiosques de Turismo ART estão a oferecer lembranças, a todas as escolas e colégios que nos visitarem, durante o dia de hoje, e no próximo dia 2 de Novembro!
Esta acção vai ao encontro da tradição açoriana, o pão-por-deus, em que são dados brindes pu doces às crianças, embora antigamente essas ofertas fossem feitas através de pão ou frutos secos, e principalmente dados aos pobres. 
Como não queremos deixar fugir as nossas tradições, cá estamos nós fazendo parte delas próprias.
Pode consultar mais fotografias de vários colégios e escolas, a visitarem os nossos Quiosques - AQUI.

Destino Açores vendido pelo maior operador turístico alemão


O destino Açores vai passar a ser comercializado durante as épocas média e alta do próximo ano pelo operador Tui Alemanha, o maior operador turístico daquele país, anunciou hoje, o Secretário Regional da Economia.

Vasco Cordeiro, que falava na inauguração de dois trilhos pedestres em Santa Maria, considerou a entrada dos Açores na oferta da Tui Alemanha como “mais um sinal do trabalho que o Governo dos Açores tem vindo a desenvolver, apostando no crescimento nos mercados internacionais como forma de compensar a quebra que se prevê no mercado nacional durante o próximo ano, e que tem sido já sentida durante o corrente ano”.

Ao anúncio hoje feito, juntam-se outras medidas que têm vindo a ser desenvolvidas pela Secretaria Regional da Economia, como é o caso do início de ligações entre a Região e a Bélgica, em 2012, pela JETAIR, ou a presença dos Açores no circuito de comercialização da segunda maior rede de distribuição alemã, a Thomas Cook.

Segundo Vasco Cordeiro, esta entrada nos mercados internacionais, marca também uma nova “filosofia no apoio que tem sido concedido aos operadores, que deixou de ser feito apenas tendo em conta a sua existência para se passar a processar de acordo com o número de turistas que efectivamente se deslocam à Região”.

Os trilhos hoje inaugurados correspondem, igualmente, “ao trabalho que tem sido desenvolvido para que os Açores se afirmem como um destino de Natureza, sendo que neste caso os trilhos pedestres constituem um produto de primeira importância”.

Um trabalho que, de acordo com o Secretário Regional da Economia, “tem vindo a alcançar resultados como fica demonstrado pela classificação dos Açores, pelo portal norte americano BootsAll Indie Travel, como um dos oito melhores destinos mundiais para passeios a pé”.

Para Santa Maria, os dois trilhos agora inaugurados, e que se juntam aos 66 já existentes no arquipélago, “vêm contribuir para afirmar ainda mais a oferta da ilha, dando-lhe assim melhores condições para se afirmar neste sector”.

SOS Cagarro 2011


A Secretaria Regional do Ambiente e do Mar desenvolve anualmente a Campanha SOS Cagarro visando essencialmente alertar a população açoriana para a necessidade de preservação
desta espécie protegida que nidifica nos Açores.
A Campanha decorre nos Açores desde 1995, e tem como principal objectivo envolver as pessoas e entidades no salvamento dos cagarros juvenis encontrados junto às estradas e na sua proximidade. Alguns dos cagarros juvenis salvos nos Açores há mais de 7 anos já regressaram ao nosso arquipélago para acasalar e ter as suas crias. A Campanha SOS Cagarro começou no passado dia 1 de Outubro e decorre até ao dia 15 de Novembro, período que coincide com a saída dos cagarros juvenis dos ninhos para o primeiro voo transoceânico, e está organizada em 2 vertentes: a de Educação Ambiental e a de Conservação da Natureza.
Visando a sensibilização para os cuidados mais adequados a ter em situações de encadeamento e atropelamento nas estradas de cagarros jovens, esta Secretaria desenvolve várias actividades de sensibilização e educação ambiental junto das escolas desta Região, acções estas a cargo da Rede Regional das Ecotecas. Para além disso, são produzidos materiais promocionais e educativos para distribuição pelos envolvidos na Campanha (voluntários, etc.).
Por outro lado, os Serviços de Ambiente de Ilha juntamente com as Ecotecas promovem sessões de esclarecimento e organizam, em conjunto com entidades parceiras e colaboradores, brigadas de salvamento para recolha no terreno de cagarros juvenis para libertação na manhã seguinte.

Saiba mais em: http://www.azores.gov.pt/gra/dram-soscagarro

30 de Outubro - Dia Nacional da Prevenção do Cancro de Mama


Comemora-se em todo o país o dia nacional da prevenção do cancro da mama.
È uma das mais graves ameaças à vida e saúde das mulheres.
Em Portugal são diagnosticados cerca de 3500 novos casos.
O papel da prevenção reside fundamentalmente no diagnóstico precoce, pois o processo causador da doença é muito complexo e são responsáveis não apenas um factor, mas sim múltiplos e variados factores que nos rodeiam.
O diagnóstico precoce do cancro da mama é fundamental para a cura da doença.
Assim as recomendações mundiais assentam unanimemente na realização periódica de Mamografias , para que em casos desenvolvimento de um tumor, o diagnosticado se faça numa fase muito inicial e curável.
Geralmente o cancro da mama é traiçoeiro no seu desenvolvimento, não dá sintomas e só mais tarde pelo seu crescimento agressivo vai envolvendo as estruturas vizinhas e torna-se palpável.
Assim, alem da Mamografia, o auto-exame mamário realizado pela mulher é fundamental para conhecer a forma da glândula e detectar alguma alteração e procurar o sem médico de imediato.
A idade de início de Mamografia para um verdadeiro rastreio de mulheres sem sintomas deverá ser iniciado aos 45-50 anos e periodicamente.
Há famílias, onde se assiste a cancro da mama que atingem vários membros assumindo características específicas devendo todas as mulheres serem submetidas a rigoroso controlo mais periódico ou realização de testes genéticos.
A mensagem fundamental é diagnosticar cada vez mais cedo, para a cirurgia realizar a cura do cancro.
Muito se tem progredido nos diagnósticos precoces mas estamos ainda longe de atingir o ideal.
As campanhas de sensibilização para o rastreio, mesmo com a convocação das mulheres oficialmente para o efeito, apenas colaboram cerca de 60%.
Contudo, graças aos rastreios cada mais divulgados, tem aumentado o diagnóstico de tumores mais precoces.
Nestes casos, é actualmente possível realizar cirurgias menos agressivas e não mutilantes para a mulher.
Estamos na era da cirurgia minimamente invasiva, isto é, a cirurgia que poupa a glândula mamária.
A evolução da técnica na Cirurgia do Cancro da Mama levou a introduzir recentemente uma nova metodologia na abordagem cirúrgica.
Esta nova era na Cirurgia do Cancro da Mama merece uma divulgação desta nova tecnologia com processos técnicos inovadores menos invasivos, menos mutilantes, com uma melhor qualidade de vida no pós-operatório, redução do tempo de internamento e das consequências crónicas induzida aos doentes pela mutilação agressiva.
Actualmente uma mulher com um diagnóstico precoce, realizará a cirurgia mínima da mama e da axila com internamento de 24-48 horas podendo retomar a sua actividade regular.
O objectivo é pesquisar gânglios axilares durante a cirurgia, que não sendo ainda atingidos pela doença se evitem grandes agressões na axila desnecessários. É a cirurgia denominada de Gânglio Sentinela.
Esta cirurgia é ainda apenas realizadas em alguns centros de referência de cirurgia de cancro, pois exige uma técnica especializada e uma equipe de vários especialistas envolvidos com experiência.
Assim a cirurgia permanece o mais efectivo tratamento do cancro da mama e continua a ser cada vez mais a realização da cirurgia conservadora ao longo deste últimos anos, e será cada vez mais realizada quanto mais precoce o diagnóstico for realizado.

Quiosques de Turismo ART - Onde nos Encontrar

Os Quiosques de Turismo da ART são uma rede integrada que actua nas cinco ilhas do Grupo Central e que disponibiliza informação sobre eventos (festividades, espectáculos, exposições …); comercializa serviços de animação turística (observação de cetáceos, mergulho, passeios pedestres …); expõe e vende artesanato e outros produtos locais e regionais; reserva serviços de transportes, restauração e alojamento; disponibiliza mapas, folhetos, brochuras, roteiros e guias temáticos organizados numa linha promocional intitulada ARTAZORES, à sua disposição num quiosque perto de si.
Saiba Onde nos Encontrar e poderá aproveitar as nossas campanhas, bem como ter acesso a toda a informação turística.

QIT.Horta 

Largo Infante D. Henrique
9900 Horta - Faial
Tel: 292 292 167

Mail: qit.horta@artazores.com

QIT.Graciosa

Praça Fontes Pereira de Melo
9880 - 352 Santa Cruz - Graciosa
Tel: 295 712 888

Mail: qit.graciosa@artazores.com 

 

QIT.LAJES

Forte e Zona de Lazer de St.ª Catarina
Rua do Castelo 9930 - 138 Lajes do Pico
Tel: 292 672 486

Mail: qit.lajes@artazores.com

QIT.MADALENA

Largo Cardeal Costa Nunes 
9950-325 Madalena Pico
Tel:292 623 345
Mail:qit.madalena@artazores.com  QIT.SÃO ROQUE Rua do Cais, 25 9940 - 353 S. Roque - Pico Tel: 292 642 507 Mail: qit.saoroque@artazores.com 

QIT.CALHETA

Rua Mariano Goulart
9850 - 032 Calheta - S. Jorge
Tel: 295 416 252

Mail: qit.calheta@artazores.com

QIT.VELAS

Largo Dr. João Pereira (Praça Velha)
9800 Velas - S. Jorge
Tel: 295 432 395 Mail: qit.velas@artazores.com

QIT.ANGRA

Alto das Covas
9700 Angra do Heroísmo
Tel:
295 218 542

Mail: qit.angra@artazores.com 

QIT.PRAIA

Zona da Marina da Praia
9760 Praia da Vitória
Tel.
295543251
 Mail: qit.praia@artazores.com

 

 

 

 

A decorrer: Campanha do Dia das Bruxas e Pão-por-Deus. Para saber mais clicar AQUI.

Para mais informações, visitar o nosso Facebook; Blog;  e Site Oficial.

Quiosques de Turismo decorados a rigor


A Associação Regional de Turismo, não só tem nesta época alguns produtos em promoção nos seus Quiosques de Turismo, como também não podia deixar de ter uma decoração a rigor. As abóboras, aranhas e saquinhos de Pão-por-Deus, entre outros elementos que marcam estes dias, não  passam despercebidos nos Quiosques da ART.




Fonte:http://www.facebook.com/media/set/?set=a.302408379784915.93017.177783418914079&type=3

Halloween e Pão-por-Deus: Campanha festiva no quiosque da ART


Já sabes onde vais pedir o teu "trick or treat" ou o teu Pão-por-Deus?


É este o mote da Campanha que a ART desenvolveu para esta época festiva que engloba o Dia das Bruxas - ou Halloween - e o Pão-por-Deus.

Entre 26 de Outubro e 02 de Novembro haverá artigos com 10% de desconto, em todos os quiosques de turismo da ART, bem como decoração alusiva.

Nos dias 31 de Outubro e 02 de Novembro todas as escolas do Grupo Central poderão visitar os quiosques de turismo e levar as criancinhas a pedir o pão-por-deus.

Esta é mais uma iniciativa da ART, em conjunto com os seus associados e parceiros, para promover os serviços dos quiosques de turismo, bem como os produtores locais e regionais.

Com esta acção, a ART pretende atrair e estimular a população local a visitar os quiosques, aproveitando também esta época festiva para combater os efeitos da sazonalidade.

Novos barcos que vão operar no Grupo Central poderão atingir velocidades mais reduzidas

Os novos barcos para transporte de passageiros e veículos entre as Ilhas do Triângulo, nos Açores, poderão ter motores menos potentes e atingir velocidades mais reduzidas do que o que estava inicialmente previsto no concurso lançado pela Atlânticoline.
O novo caderno de encargos do concurso para a construção dos dois 'ferries' que vão assegurar as ligações marítimas entre as ilhas do Faial, Pico e S. Jorge, reduziu a velocidade máxima dos barcos de 16,5 para 16 nós e a velocidade de serviço de 16 para 14 nós.

Carlos Reis, presidente da Atlânticoline, salientou que a redução de meio nó na velocidade máxima está relacionada com a necessidade de reduzir os custos da operação, nomeadamente com o combustível

"Estamos a falar da velocidade máxima passar de 16,5 para 16 nós, o que tem implicações na potência dos motores e no consumo de combustível", frisou.

O presidente da Atlânticoline salientou, por outro lado, que a alteração do caderno de encargos relativamente à velocidade de serviço dos barcos, que baixa de 16 para 14 nós, só vai ocorrer numa das rotas que serão asseguradas pelos navios.

"Na rota entre Madalena (Pico) e Horta (Faial), que é uma viagem de 30 minutos feita hoje a uma velocidade de 12 nós, é nossa intenção não chegar a utilizar a velocidade máxima", frisou, acrescentando que realizar essa viagem a uma velocidade de 14 ou 16 nós representaria apenas uma "diferença de um minuto".

A potência dos motores dos dois barcos poderá também ser reduzida com as alterações impostas no novo caderno de encargos.
 

Dia das Bruxas & Pão-por-Deus


                                       Quiosque de São Roque do Pico

Neste Pão-por-Deus, ofereça uma t-shirt engraçada dos Açores, aproveite os descontos que temos para oferecer nesta época, disponível em todos os Quiosques de Turismo da ART.

Saber mais: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.302408379784915.93017.177783418914079&type=3

Turismo: Governo dos Açores anuncia operação no mercado belga para compensar retração em Portugal


O governo dos Açores anunciou hoje uma operação turística dirigida ao mercado belga no verão de 2012, que deverá proporcionar 28 mil dormidas, no quadro da aposta nos mercados externos para compensar a retração esperada no mercado nacional.

" Trata-se de uma operação que ligará a Bélgica aos Açores e que se estima que, neste primeiro ano, pode proporcionar um potencial de cerca de 28 mil dormidas", afirmou Vasco Cordeiro, secretário regional da Economia, acrescentando que a operação disponibilizará 28 ligações aéreas durante o Verão entre os Açores e a Bélgica.

Para o secretário regional da Economia, a hora " não é de cruzar os braços e lamentar as dificuldades", defendendo que, "se o mercado nacional está em retração, é necessário apostar nos mercados externos".

Com esse objetivo, Vasco Cordeiro anunciou também que, a partir de hoje, o destino turístico Açores passa a estar presente no circuito de comercialização da Thomas Cook, a segunda maior rede de distribuição alemã.

Fonte de imagem: http://ww1.rtp.pt/acores/index.php?article=23450&visual=3&layout=10&tm=10

Vulcanismo: Mestrado nos Açores atrai estudantes estrangeiros

Nicolau Wallenstein, coordenador do curso, disse hoje à Lusa que a vinda dos estudantes caboverdianos está associação ao projecto da academia açoriana de apoio ao desenvolvimento da investigação vulcanológica naquele país africano de língua oficial portuguesa.
A Universidade dos Açores, localizada numa região em que os eventos sismovulcânicos constituem uma ocorrência regular, é o único estabelecimento de ensino superior português que dispõe de uma escola da especialidade, sendo procurada por alunos de várias universidades do país e do estrangeiro.
Para Nicolau Wallenstein, as manifestações vulcânicas observáveis nos Açores, em particular na ilha de S. Miguel, onde funcionam as aulas e os laboratórios de vulcanologia disponíveis, justificam a oferta universitária nesta área, acrescentando que alguns dos estudantes que concluem o mestrado acabam por se integrar em projectos universitários de investigação sismovulcanica desenvolvidos nos Açores.
Para responder às necessidades do mercado, a Universidade dos Açores tem em preparação um novo mestrado em Geologia do Ambiente e Sociedade, que poderá funcionar em alternância com o de Vulcanologia e Riscos Geológicos.
A abertura da sétima edição do mestrado em Vulcanologia e Riscos Geológicos será assinalada com uma palestra de Patrick Allard, investigador do Instituto de Física do Globo, de Paris, e um dos coordenadores da Comissão de Química de Gases Vulcânicos da Associação Internacional de Vulcanologia de Química do Interior da Terra (IAVCEI).
A conferência deste especialista francês, que tem colaborado com a academia açoriana, vai procurar responder à questão: "Porque estudar os gases vulcânicos para perceber as erupções vulcânicas?". ´

Hotelaria Açoriana com resultados positivos

No mês de Agosto, o arquipélago dos Açores registou 178,2 mil dormidas, um aumento de 1,4%, face a igual período de 2010.
Segundo dados do Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA), em Agosto de 2011, a hotelaria açoriana registou um total de 178,2 mil dormidas, um valor 1,4% superior ao verificado em igual período de 2010. Para este resultado contribuiu, sobretudo, o desempenho positivo dos não residentes, que registaram uma subida homóloga de 9,6%, enquanto as dormidas de residentes decresceram 8,5%. Neste período registaram-se 55 mil hóspedes, uma variação homóloga positiva de 0,9%.
De Janeiro a Agosto de 2011, a hotelaria açoriana registou cerca de 759 mil dormidas, um valor 0,6% superior ao verificado em igual período de 2010. Para este resultado contribuiu, sobretudo, o desempenho positivo dos não-residentes, que assinalaram um crescimento de 6,4%, embora os residentes tenham registado quebras acumuladas de 5,4% neste período. Já os hóspedes registaram cerca de 251 mil dormidas, uma variação homóloga negativa de 0,2%.
No que concerne aos principais mercados emissores, nos primeiros oito meses do ano, os Portugueses atingiram cerca de 350 mil dormidas, enquanto que os estrangeiros representaram um total acumulado de 409,6 mil dormidas.
A destacar o mercado da Holanda que, neste período, apresentou um crescimento homólogo de 37,9% ao nível das dormidas. As principais quebras verificaram-se ao nível dos mercados Dinamarquês (-9,8%) e Sueco (-7,2%).
Na análise das dormidas por ilha, no acumulado de Janeiro a Agosto, destaque para o crescimento verificado nas ilhas das Flores (17,5%). Terceira (6,9%) Graciosa (5,9%) e Pico (4,4%).
No que diz respeito à taxa de ocupação-cama no mês de Agosto, o arquipélago atingiu os 64,7%, um valor 2,4% inferior ao registado no mesmo mês de 2010. Este indicador foi mais elevado na ilha de S. Miguel (69,7%).
Por sua vez, os proveitos totais de Janeiro a Agosto atingiram os 34 milhões de euros, o que corresponde a uma variação homóloga negativa de 3,2%. Já os proveitos de aposento chegaram aos 25 milhões de euros, o que representa uma quebra homóloga de 2,8%.
No período em questão, as ilhas de S. Miguel (22,5 milhões de euros), Terceira (4,7 milhões de euros) e Faial (3,3 milhões de euros), foram as que tiveram maior peso nos proveitos totais. Neste indicador, destaque para a ilha das Flores, que registou uma taxa de variação homóloga positiva de 24,7%.
No mês de Agosto, os proveitos totais registaram uma variação homóloga positiva de 1,2%, enquanto os proveitos de aposento tiveram uma quebra de 0,9%.
Quanto ao RevPar (rendimento médio por quarto), no acumulado de Janeiro a Agosto, ficou-se nos 25,5 euros, uma variação homóloga negativa de 3,8%

Fonte: http://www.observatorioturismoacores.com/noticia.php?id=1320

Turangra: diversificação de mercados será palavra-chave em 2012



A pensar na eventual quebra do mercado nacional para os Açores, a Turangra Viagens vai, em 2012, apostar numa maior diversificação. Neste sentido, o mercado alemão, tradicional gerador de fluxos turísticos para a região, será prioritário, segundo revelou ao Turisver.com o director-geral da empresa, Jorge Alves.
 
O peso do mercado nacional na operação da Turangra é muito acentuado, já que dos cerca de 10 mil turistas que este ano levou já aos Açores, cerca de 60% eram portugueses. Mas aquele que continua a ser o principal mercado, tanto para a região como para a Turangra, poderá em 2012 registar quebras acentuadas por via da situação económica que se vive em Portugal. A pensar nisso a diversificação de mercados é o objectivo a atingir no próximo ano.
 
“A Turangra tem perfeitamente identificada a sua estratégia e se em 2011 a palavra de ordem foi melhorar o produto e o preço e afinar a promoção e a distribuição de forma a ganharmos quota de mercado, para 2012 a palavra de ordem será diversificação”, garante Jorge Alves. Neste sentido será feita uma forte aposta no mercado alemão, um dos principais para os Açores, até porque “há duas companhias que voam todas as semanas para a Alemanha”.
 
No âmbito desta estratégia, a Turangra vai pegar no produto que já tem para o mercado nacional, aperfeiçoando-o e adaptando-o ao mercado alemão. “O facto de sermos dos Açores e especialistas neste destino serve de garantia para operadores de outros mercados que queiram trabalhar connosco e por esta via vamos procurar diversificar os nossos mercados”, sublinha Jorge Alves.

Oficinas de voz

Vem aprender a gerir a tua voz!

Durante seis meses, a começar já em novembro, o Centro Multimédia de São Roque do Pico receberá um atelier dedicado à expressão vocal.
Alexandra Boga propõe um encontro, de hora e meia, uma vez por semana, para uma Oficina de Voz que se dedicará a gerir os recursos vocais, a identificar as características da voz e a aperfeiçoar a técnica vocal.
Na formação,  a formadora pretende realizar um projeto com os participantes, a apresentar no final destas oficinas.
Saiba mais em http://www.wix.com/alexandraboga/info

Fonte: http://www.municipiosrp.pt/Default.aspx?Module=Noticia&ID=968

Inaugurada “Bolsa de Turismo EFTH – Açores, 9 ilhas – 9 cores”


O Director Regional da Juventude esteve presente esta tarde na inauguração da “Bolsa de Turismo EFTH – Açores, 9 ilhas – 9 cores”, um evento promovido pelos alunos do Curso Técnico de Turismo 2º ano da Escola de Formação Turística e Hoteleira de Ponta Delgada, no âmbito da disciplina Operações Técnicas em Empreendimentos Turísticos, e apoiado pelo Governo dos Açores.

Esta iniciativa consiste em promover entre os formandos, os formadores e o público em geral, as nove ilhas dos Açores, dando destaque aos costumes e à cultura do Arquipélago, bem como demonstrar o trabalho realizado por estes jovens.

Durante a inauguração, o Director Regional da Juventude dirigiu-se aos jovens organizadores do evento, referindo a importância deste tipo de iniciativas. Bruno Pacheco disse que estava “convicto que eventos como este são uma mais-valia para a formação pessoal e profissional de cada um, uma vez que é uma forma de contactar com a vertente prática do trabalho realizado até ao momento”.

Ao apoiar iniciativas como esta, o Governo dos Açores, mais uma vez, veio reforçar o seu empenho em fazer com que os jovens açorianos desenvolvam as suas aptidões e competências.