Grupo Folclórico da Casa do Povo de São João




O Grupo Folclórico da Casa do Povo de São João, actuou em público pela primeira vez a 07 de Agosto de 1993. Era seu Presidente António Fontes, sendo seu Fundador e ensaiador, Germano Bettencourt. 
            É composto actualmente por 38 elementos, 8 tocadores, 24 bailarinos e 6 vozes. os bailarinos são essencialmente jovens com idades compreendidas entre os 8 e 23 anos, sendo os tocadores e vozes são na sua maioria de idade mais adulta.
No Grupo usa-se a viola da terra e outros instrumentos de corda, ou sejam, bandolim, violino e violão.
            O Grupo já actuou em todas as Freguesias da Ilha do Pico e nas principais festas Concelhias. Participou em vários festivais, já actuou em sete das nove Ilhas dos Açores, faltando o Corvo e Santa Maria. Actuou na Ilha da Madeira, Continente Português e Espanha. 
            Em 1994 saiu pela primeira vez do Pico, indo à Ilha de São Jorge. Em 1995 foi à Ilha de São Miguel e Faial. Em 1996 participou nas Bodas de Prata da Casa do Povo de Vila Nova, Ilha Terceira, indo nesse mesmo ano ao Faial. Em 1997 voltou à Ilha de São Jorge. Em 1998 e 1999 foi á Ilha das Flores. Em 2000 deslocou-se ao Continente Português, mais propriamente á Cidade de Tavira (Algarve). Em 2001 foi a Espanha (Galiza), e recebeu o Grupo Folclórico de Tavira (Algarve). Em 2002 voltou ao Continente Português, a Santa Maria da Feira, e recebeu o Grupo de Danças e Cantares da Feira. Em 2003 visitou a Ilha da Madeira, e recebeu o Grupo Folclórico da Casa do Povo do Monte Funchal e o Grupo de Baile à Antiga de Posto Santo, Ilha Terceira. Em 2004 foi pela 3ª vez à Ilha de São Jorge. Em 2005 visitou novamente o Continente Português, à Cidade de Guimarães. Em 2006 recebeu o Grupo Folclórico de Polvoreira (Guimarães) e o Grupo Folclórico de Vilarinho do Bairro.
            No ano de 2007 lançou o seu 1º CD por ocasião do 24º Aniversário da Casa do Povo de São João.
            Em Julho de 2007 voltou de novo ao Continente Português para completar a permuta com o Grupo Folclórico de Vilarinho do Bairro. Ainda no mesmo ano aquando o seu 14º aniversário, recebeu os Grupos Folclóricos de Ballet Folklorico de la Universidade de Guanajuato – México e o Sputnik da Rússia.
            Em 2008 recebeu o Grupo Folclórico “MIXTURA” da Cidade de Bombinhas – Estado de Santa Catarina – Brasil e foi à Ilha Graciosa, onde participou nas festas de São Mateus da Praia.
            Em 2009 e por ocasião da Páscoa no mês de Março/Abril, foi em digressão à Cidade de Bombinhas, Estado de Santa Catarina - Brasil, a fim de completar a permuta com o Grupo Folclórico “Mixtura” dessa mesma Cidade. No mesmo Ano a 07 de Junho esteve presente na chegada do nosso conterrâneo Genuíno Madruga da sua 2ª volta ao Mundo em solitário. Ainda em Agosto de 2009, recebeu o Rancho Folclórico e Recreativo “ Clube Bonjardim”.
            Em Agosto deste Ano de 2010, pretende receber o Grupo Folclórico “Mixtura” de  Bombinhas Brasil e o Grupo Folclórico da Casa do Povo de Vilarinho do Bairro, Concelho de Anadia, por ocasião do seu 17º aniversário, de 12 a 17 de Agosto de 2010, tenciona ir novamente ao Continente Português, para completar o intercâmbio com o Grupo Folclórico e Recreativo “Clube Monjardim” do Distrito de Castelo Branco.
            O Grupo executa um vasto e variado repertório, sendo que alguns bailes são também comuns a outros Grupos da Ilha do Pico, sendo nomeadamente o Pezinho e a Chamarrita do Pico. 
            Na sua indumentária, usa algumas peças típicas da Freguesia de São João, designadamente Alparcas em sola, meias de lã de ovelha e chapéu de palha. O traje dos bailarinos e tocadores é uma referência alusiva ao  Pastor  de São João, usando também o traje Domingueiro.
            Este Grupo graças à boa vontade dos seus componentes e empenho de quem o dirige, ganhou algum prestígio, dando assim nome à sua terra, representando a sua Freguesia e Concelho, na Ilha e fora dela.
            O Grupo tem como objectivo principal, dignificar, mostrar e representar os hábitos e costumes, através da cultura dos seus antepassados, promovendo Intercâmbios a título de permuta com outros Grupos, mantendo sempre viva a tradição, preservando de alguma forma a cultura de um povo, é salutar e estimulante para os seus componentes.


 Fonte: http://www.adiaspora.com
Ana Cabrita


Sem comentários:

Publicar um comentário