Vítor Fraga destaca a grande dinâmica dos empresários do setor do turismo nos últimos anos






O Secretário Regional do Turismo e Transportes destacou a grande dinâmica dos empresários do turismo, que têm sabido acompanhar a evolução positiva deste setor ao longo dos últimos anos, nomeadamente incrementando "a oferta de alojamento em termos de quantidade, mas principalmente em termos de qualidade”.

Vítor Fraga, que falava na apresentação do projeto do aldeamento turístico 'Lava Homes', que será construído na zona da Terra Alta, na ilha do Pico, salientou a visão e ambição que este projeto representa, “apresentando-se claramente como uma oferta diferenciadora no conceito do alojamento na ilha do Pico e na Região”.

“Estamos perante uma área de implantação de 8.700 m2 que vai gerar 56 camas e não há qualquer dúvida da qualidade que este empreendimento irá impor na oferta turística na nossa Região”, frisou.

Para o Secretário Regional, este projeto surge não só da experiência e ambição dos seus promotores, mas também de outros fatores que têm influenciado o setor do turismo nos últimos anos no arquipélago.

“Vivemos uma época de grande desenvolvimento e de grande pujança do setor”, salientou Vítor Fraga, lembrando que “2015 afirmou-se como o melhor ano de sempre”, tendo a Região, pela primeira vez, e considerando todas as tipologias de alojamento, ultrapassado a barreira de 1,5 milhões de dormidas, o que representa um crescimento de 44% em três anos.

“Não deixa de ser relevante o facto de a Região estar a crescer mais do triplo daquilo que é o crescimento da média nacional. Mais concretamente, nós crescemos cerca de três vezes e meio a mais do que aquilo que o turismo cresce a nível nacional, olhando para os principais indicadores, que são as dormidas e os proveitos”, acrescentou.

Vítor Fraga salientou ainda que, ao nível da oferta de camas nos Açores, de 2012 para 2016, foi registado um crescimento de 22%.

"São mais 2.549 camas, o que totaliza, à data, 14.355 camas na nossa Região”, frisou.

No caso concreto do Pico, esta oferta, no mesmo período temporal, cresceu 36%, o que representa mais 385 camas, face às que existiam no final de 2012, ou seja, no início desta legislatura.

“Se olharmos também para a dinâmica que gera ao nível das empresas de animação turística, entre 2012 e hoje temos um crescimento de mais 153 empresas na Região. o que significa um crescimento percentual de 127,5%”, afirmou o titular da pasta do Turismo, acrescentando que, no caso concreto do Pico, são mais 11 empresas de animação turística que estão a operar, refletindo-se esta realidade na geração de riqueza e na criação e preservação de postos de trabalho.

Para Vítor Fraga, “estamos perante um setor que gera confiança nos empresários, que têm vindo a investir cada vez mais em projetos qualificadores da oferta”, alertando, no entanto, que “não devemos estar perante um fator de deslumbramento".

"Devemos ter os pés bem assentes no chão e ter consciência de que temos muitos e muitos desafios para vencer nos próximos tempos, nomeadamente ao nível daquilo que é a qualificação da oferta”, afirmou.

Para Vítor Fraga, os Açores estão, “a cada dia que passa, mais fortalecidos com o trabalho que é desenvolvido diariamente por todos, um trabalho conjunto que é feito por entidades públicas e entidades privadas".

"Estamos diariamente com ânimo e confiança revigorados para vencer os novos desafios com que nos deparamos permanentemente”, frisou o Secretário Regional.
Vítor Fraga destaca a grande dinâmica dos empresários do setor do turismo nos últimos anos


Fonte: http://www.azores.gov.pt/Portal/pt

Ana Cabrita


Sem comentários:

Publicar um comentário