Pézinho (do Pico)




"Ó meu amor nada, nada
Ai nada, nada , ai meu amor nada, não
Nada tenho em meu peito
Ó em meu peito que não te faça quinhão

Faz favor ponha o pézinho
O seu pézinho ponha aqui se o quiser pôr
Mas não é de obrigação,
Obrigação é de quem faz o favor

Eu fui ao Pico , piquei-me
Ó sim piquei-me , piquei-me lá num silvado
Nunca mais eu vou ao Pico
Ó sim ó Pico, sem o Pico ser mondado

Faz favor ponha o pézinho
O seu pézinho ponha aqui que não faz mal
Esta moda do pézinho
Ai do pézinho foi do Pico pro Faial

Eu fui ao Pico , piquei-me
Ai sim piquei-me , piquei-me lá no picão
O picão nasce da silva
Ó sim da silva , e a silva nasce do chão

Faz favor ponha o pézinho
O seu pézinho ponha aqui na branca meia
Se a branca meia se suja
Olé se suja há mais água na ribeira"


https://www.youtube.com/watch?v=RqEp9GFDIP8

Gravado pelo Grupo Folclórico das Doze Ribeiras (Terceira) em 23-09-1980. Viola regional: Diamantino Ávila e Jorge Valadão. Violão: Emiliano Toste e Jorge Valadão. Vozes: Graziela Rocha, Emiliano Toste e Ariovalda Leonardo. Capa: Free-Lancer. Fotos (livres): Wikimedia Commons.

Sem comentários:

Publicar um comentário