Fajã do Santo Cristo vai ter parque de campismo e trilhos recuperados

A fajã da Caldeira do Santo Cristo, na ilha de São Jorge, beneficiará de um parque de campismo e trilhos recuperados, segundo um contrato entre o Governo Regional e o Município da Calheta.
O contrato, financiado na totalidade pelo executivo açoriano, propõe a recuperação e remodelação dos trilhos tradicionais no interior desta fajã, bem como a instalação de uma zona de apoio, acolhimento e descanso para os visitantes que percorrem os trilhos e acedem ao local.
A ilha de São Jorge possui mais de sete dezenas de fajãs, terrenos planos e férteis ao nível do mar que resultaram da acumulação de detritos na sequência de terramotos ou escoadas lávicas de erupções vulcânicas.
No passado dia 19 de Março, as fajãs foram classificadas como Reserva da Biosfera pela Unesco - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.
À agência Lusa, o presidente da Câmara da Calheta, Décio Pereira, salientou a importância do investimento “no local de maior visitação da ilha de São Jorge e um dos mais visitados dos Açores”.
“Vai permitir a reabilitação dos arruamentos da fajã e evitar o campismo selvagem, num projeto integradíssimo na fajã”, mencionou Décio Pereira, referindo que o investimento deverá estar terminado dentro de ano e meio.
O autarca explicou que à fajã não se chega de carro, mas apenas a pé ou de moto quatro, adiantando, por outro lado, que “é uma fajã virada a norte da ilha, pelo que poderá haver dias cujas condições meteorológicas impossibilitem a execução dos trabalhos”.
Décio Pereira destacou que o projeto “respeita a arquitetura do lugar”, assegurando ainda que “não vai haver inovações, nem prejudicar a imagem da caldeira”.
Neto Viveiros esclareceu que na parceria com o município da Calheta está contemplada a recuperação dos trilhos, “pavimentando-os com pedra característica do local”, assim como uma zona de apoio aos visitantes que inclui um pequena área para campismo, balneários e bar.
Considerada um santuário do bodyboard e do surf, esta fajã é também o único local nos Açores onde se desenvolvem amêijoas.
 
 
 
 
 
Fontes:http://www.acorianooriental.pt/noticia/faja-do-santo-cristo-vai-ter-parque-de-campismo-e-trilhos-recuperados / http://www.visitazores.com/en/the-azores/places-to-visit/landscapes/sao-jorge/faja-da-caldeira-de-santo-cristo


Patrícia Machado

Sem comentários:

Publicar um comentário